CONTOS, CANTOS E ENCANTOS (HISTÓRIAS PARA CRIANÇAS E ADULTO), ESPAÇO ONDE COMPARTILHAREI NARRATIVAS, INDICAÇÕES DE LIVROS E EVENTOS. "VAMOS INCENTIVAR O HÁBITO DE LEITURA!"

AMO MEU BLOGUINHO

Que bom que você veio! Deixe seu recadinho.Bjos





domingo, 20 de fevereiro de 2011

Pessoal!
Criei um blog só para os presentinhos e fotos visitem.





Bjooo

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Mais uma história minha!!!!

Amigos para sempre
Autora: Claudia Rodrigues Gomes
Em um reino distante havia uma senhora chamada Florentina.

Ela tinha quatro filhas: Florina, Florisbela, Florípedes e Florzina.



Certa vez sua filha mais velha, Florina, pediu um cachorrinho

e a mãe resolveu atendê-la, trouxe um filhote branco lindo e colocou o nome de Thuthuco;
passou um tempo e a segunda filha, Florisbela,
pediu um gatinho, a mãe pensou, pensou e deu um gato malhado que chamaram de Mimoso.

A terceira filha, Florípedes,

vendo que suas irmãs ganharam um bichinho de estimação, também quis um e pediu um pássaro. A mãe lhe trouxe um pássaro azul que logo foi chamado de Azulão.

Como a quarta filha, Florzina,

não havia pedido nada, ela lhe trouxe um peixinho que passou a se chamar Tiquinho por ser muito pequeno.

Os dias se passaram e elas divertiam-se muito com seus novos amigos, até que um dia, Mimoso passou a ter o desejo de comer aquele lindo pássaro azul. E o peixinho então... ele achava que devia ser delicioso.

As meninas tiveram que ficar vigiando, porém, havia horas que elas tinham que cumprir suas tarefas, estudo, ajudar a mãe nos trabalhos domésticos.

Thuthuco passou a tomar conta do gato, para que ele não fizesse nenhuma maldade aos outros indefesos. Ele vigiava dia e noite, passava horas olhando para o aquário e para a gaiola.

Florípedes então teve uma idéia:

- Vamos treinar o Azulão, para que ele fuja do Mimoso. E assim fez.

Azulão ficava solto e quando o gato vinha, ele voava bem alto para que Mimoso não o pegasse. E o gato então ficava furioso.

Vocês me perguntarão. E o peixinho no aquário? Ah! O Thuthuco continuava vigiando, com isso o cachorro ficava horas olhando para o aquário. Ele ficou com muita pena do peixe e passou a ter um carinho muito especial por ele.

Os dois conversavam sobre vários assuntos, tornaram-se grandes amigos, e o gato ficava lá observando e sentindo-se sozinho, quando sua dona não estava. Sentiu inveja do cachorro e foi conversar com ele.

- Como pode viver assim, sem ter vontade de comer este peixinho? - perguntou Mimoso

- Temos que nos respeitar, uns aos outros, veja como este peixe aí preso é indefeso. Imagine você preso em algum lugar. O que não queremos para nós, não podemos desejar para os outros. Sempre disseram que cachorro persegue gatos.

Alguma vez já te persegui?

Você gostaria que eu ficasse te perseguindo? Pense nisso e você entenderá. - disse o cachorro.

O gato saiu cabisbaixo e foi se deitar no seu cantinho. Pensou, pensou, até que chegou à conclusão de que o Thuthuco tinha razão.

Nunca mais ele perseguiu o Azulão e o Tiquinho. Surgiu entre eles uma grande amizade, recheada de amor, carinho, sinceridade e principalmente respeito.

As meninas ficaram muito felizes, pois podiam estudar e cumprir seus afazeres sem se preocupar com o que aconteceria na sua ausência.

No ano seguinte elas resolveram fazer uma grande festa de aniversário para seus bichinhos de estimação. Havia muitos convidados, inclusive eu, e todos nos divertimos muito, dançamos, cantamos e comemos vários doces. E assim, com todos estes sentimentos, todos viveram felizes para sempre...

Fonte das imagens: Caso alguém conheça autoria de alguma destas ilustrações me mande um recado para eu colocar a autoria.

Cão http://www.ciadaspatas.com.br

Gato http://menina2010flor.blogspot.com

Pássaro http://passaroazulao.blogspot.com/ http://decorandoeservindo.blogspot.com/

Peixe http://meninadellart.zip.net http://www.simoneautoajuda.com


sábado, 5 de fevereiro de 2011

Ganhei selinho


Oba ganhei um presentaço da amiga Aninha
do blog
amei sua criatividade.

As regras são:

Repassar e avisar do selinho para 10 blogs;
Responder as seguintes perguntas:

Nome: Claudia
Uma música: Humano amor de Deus - Padre Fábio de Melo e Adriana
Humor: Diversão
Cor: Lilás
Estação: Primavera, é lindooooo!!!
Como prefere viajar: Com saúde e dinheiro.
Um seriado: Novela
Frase ou palavra dita por você: "Sou o que sou, sem fingimento, com erros e acertos.
Quando amo, amo de verdade, mas se não gosto, ummmmm....
E quando tomo uma decisão é p'ra valer.
Não sei conviver com falsidade."
Jesus grande amor da minha vida.
O que achou do selo? Ameiii!!!!!


VOU PRESENTEAR OS SEGUINTES BLOGS:


Related Posts with Thumbnails

Histórias para ler e viajar pelo imaginário

- O que significa trabalhar em equipe?
- A princesa e a ervilha

O que significa trabalho em equipe?

Um rato, olhando pelo buraco na parede, vê o fazendeiro e sua esposa abrindo um pacote.
Pensou logo no tipo de comida que poderia haver ali.
Ao descobrir que era uma ratoeira ficou aterrorizado.
Correu ao curral da fazenda advertindo a todos:
- Há uma ratoeira na casa! Há uma ratoeira na casa!
A galinha disse:
- Desculpe-me Senhor Rato, eu entendo que isso seja um grande problema para o senhor, mas não me prejudica em nada, não me incomoda.
O rato foi então até o porco e lhe disse:
- Senhor Porco, há uma ratoeira na casa, uma ratoeira...
O porco disse:
- Desculpe-me Senhor Rato, mas não há nada que eu possa fazer, a não ser rezar.
Fique tranqüilo que o senhor será lembrado nas minhas preces.
O rato dirigiu-se então à vaca.
A vaca lhe disse:
- O que Senhor Rato? Uma ratoeira? Por acaso estou em perigo?
- Acho que não Senhora Vaca... Respondeu o rato.
Então o rato voltou para seu canto, cabisbaixo e abatido, para encarar a ratoeira do fazendeiro sozinho.
Naquela noite ouviu-se um barulho, como o de uma ratoeira pegando sua vítima.
A mulher do fazendeiro correu para ver o que havia pego.No escuro, ela não viu que a ratoeira havia pego a cauda de uma cobra venenosa.
E a cobra picou a mulher.
O fazendeiro a levou imediatamente ao hospital era grave, porém por um milagre se recuperou e voltou para casa, mas com muitos cuidados.
Saúde abalada nada melhor que uma canja de galinha.
O fazendeiro pegou seu cutelo e foi providenciar o ingrediente principal, a galinha.
Como a doença da mulher continuava, os parentes, amigos e vizinhos vieram visitá-la.
Para alimentá-los, o fazendeiro matou o porco.
A mulher se recuperou e o fazendeiro feliz da vida resolveu dar uma festa, matou a vaca para o churrasco...
MORAL DA HISTÓRIA:
Na próxima vez que você ouvir dizer que alguém está diante de um problema e acreditar que o problema não lhe diz respeito, lembre-se que quando existir uma ratoeira todos correm risco.
(Fonte: catequistasheila)